Negócios
Administração e Captação de Fundos e Programas Governamentais

GRI EC4 | SO5
No âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) – iniciativa do Ministério da Integração Nacional para o desenvolvimento da região por meio de financiamento a atividades nos segmentos industrial, agroindustrial, agropecuário, mineral, turístico, comercial e de serviços –, o Banco do Brasil registrou em 2011 o maior volume contratado desde o início da operação. Aplicou mais de R$ 5,5 bilhões em 73,5 mil financiamentos a atividades produtivas e atendeu a todos os 466 municípios da Região Centro-Oeste. O volume representa crescimento de 29,7% em relação ao do ano anterior, que já havia sido recorde. Dos recursos contratados, 36% foram destinados a empreendedores individuais e a tomadores de mini, micro e pequeno porte – público priorizado pelo FCO.

Outro destaque do período foi a assinatura de contrato do BB com o Ministério do Desenvolvimento Agrário para a prestação de serviços de Contrato de Repasse. A presença do Banco nesse mercado representa maior aproximação com o Governo Federal e ampliação das oportunidades com Estados e municípios, o que impulsiona o cumprimento, com eficiência, de sua função pública.

Já a carteira de operações de crédito com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) somou R$ 6,7 bilhões no período. Os destaques foram os montantes de R$ 4,0 bilhões aplicados nas linhas do Proger Urbano Investimento (Proger Urbano Empresarial, no âmbito do BB) e R$ 1,7 bilhão destinados ao Pronaf.

Em linha com a sua vocação de contribuir para a formulação e manutenção de políticas públicas, o Banco do Brasil atua no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), resultado de parceria com o Ministério da Educação e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A função do Banco é atuar na prestação de serviços de contratação de operação de crédito, custódia de título da dívida pública e administração, cobrança e arrecadação referente à carteira de crédito no âmbito do Fies.

Em parceira com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) é outro destaque. O crédito é concedido para atender às necessidades financeiras de pessoas físicas e jurídicas empreendedoras de atividades produtivas de pequeno porte.

Em 2012, o BB tem como desafio a atuação no programa Minha Casa Minha Vida – Fase 2. Nesse programa o Governo Federal tem como objetivo a construção de 2 milhões de unidades habitacionais urbanas e rurais até o final de 2014.