Negócios
Mercado de Capitais e Tesouraria

O Banco do Brasil atua no mercado de capitais por intermédio do BB Banco de Investimento S.A. – BB-BI. Em 2011, a Companhia respondeu por 64 emissões de títulos de renda fixa, que somaram R$ 16,9 bilhões. Assim, o BB-BI ocupou a 2ª posição no ranking Anbima de Originação consolidado, com 19,7% de participação de mercado.

Em 2011, o BB-BI coordenou 55 emissões de Debêntures e Notas Promissórias, totalizando R$ 15,6 milhões de volume originado. Na área de securitização foram cinco emissões de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) e quatro de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI).

O BB estruturou Fundos de Investimentos Imobiliários vinculados à estratégia de ampliação da rede de agências, numa iniciativa inovadora. Esses fundos captaram R$ 159 milhões em 2011.

Em renda variável, o BB-BI coordenou três ofertas públicas, que totalizaram R$ 1,7 bilhão, e participou como coordenador contratado em quatro ofertas de distribuição de valores mobiliários. A Instituição alcançou o 10º lugar no ranking Anbima de Distribuição de Renda Variável, com 2,6% de participação de mercado.

Outro destaque é que o Banco ocupa o 3° lugar no ranking Anbima (posição dez/2011), em custódia de ativos no mercado doméstico, com R$ 510,0 bilhões custodiados – que representam 21,4% de participação de mercado –, além de atuar como instituição depositária de ativos mobiliários.

Por meio de suas corretoras BB Securities Ltd. (Londres) e Banco do Brasil Securities LLC (Nova Iorque), o Banco atua no mercado internacional. Dessa maneira, participou em 16 das 60 operações de captação externa realizadas por empresas, bancos e governo brasileiro, das quais em 12 detinha o status de lead-manager e, nas outras quatro, co-manager. Dos aproximadamente US$ 37,0 bilhões emitidos em 2011, o BB participou em cerca de US$ 12,6 bilhões. Adicionalmente, atuou em três operações de emissores estrangeiros, sendo uma como lead-manager e duas como co-manager, que totalizaram US$ 2,7 bilhões e 750 milhões de euros.

Para 2012, com objetivo de atrair mais investidores no mercado asiático, o BB inaugurará uma unidade da BB Securities em Cingapura. Atualmente, a região representa 5% dos compradores dos títulos colocados pelo Banco no exterior.